Início > Anderson Paz, Política, Vida Cristã > O governo Dilma e os evangélicos (2)

O governo Dilma e os evangélicos (2)

Continuação do post O governo Dilma e os evangélicos (1)
…….

@brauliaribeiro Ganhe quem ganhar uma certeza podemos ter: O presidente não é a resposta p/ os problemas do Brasil. Nós somos.

____________________

O processo eleitoral mostrou também a capacidade de mobilização de segmentos da população evangélica quando se trata de preservar sua liberdade religiosa. Uma enxurrada de e-mails foi disseminada conclamando o povo evangélico a não votar em Dilma Rousseff, visto que a candidata seria favorável à PL 122 (lei da homofobia), o que colocaria em risco a liberdade de crença, além do fato de que ela seria favorável ao aborto.

Contudo, fico a pensar no seguinte: os evangélicos demonstraram grande mobilização em defender sua liberdade, que talvez ficaria em risco com a eleição de Dilma, mas não se vê nada semelhante por parte de muitos evangélicos quanto à condenação de certas práticas pecaminosas que permeiam nossa sociedade. Não se vê, por exemplo, a disseminação de informações acerca de candidatos acusados de corrupção. E todos os dias crianças morrem nesse país pois a verba que poderia ser destinada à saúde vaza pelos ralos da corrupção. Ora, se a divulgação de dados sobre Dilma teria como propósito defender os valores do Reino de Deus, seria interessante que isso se fizesse também em relação a políticos que se encontram presos a pecados como o da corrupção.

Toda a mobilização anti-Dilma mostra o quanto os evangélicos brasileiros são capazes de agir em favor de sua liberdade. Mas, como seria bom se aplicassem igual ânimo em promover os valores do Reino de Deus em todas as dimensões sociais. Não quero com isso defender um envolvimento institucional da Igreja com o processo político. Desejo apenas que cada cristão desse país se comprometa a ser a resposta que nosso povo precisa, a qual não está nos políticos. Afinal, Cristo em nós é a esperança da glória.

Não sejamos medíocres atuando apenas para promover nossa liberdade religiosa. Atuemos sempre para promover a liberdade que há em Cristo Jesus, por meio da pregação do Evangelho, mesmo que para isso não tenhamos liberdade religiosa.

Diante de um possível risco de termos a liberdade de crença limitada, deveríamos transmitir a mesma certeza, convicção, tranquilidade e confiança que os amigos de Daniel transmitiram ao rei Nabucodonosor antes de serem jogados na fornalha: “Se formos atirados na fornalha em chamas, o Deus a quem prestamos culto pode livrar-nos, e ele nos livrará das suas mãos, ó rei. Mas, se ele não nos livrar, saiba, ó rei, que não prestaremos culto aos seus deuses nem adoraremos a imagem de ouro que mandaste erguer” (Dn. 3:17,18).

Post anterior O governo Dilma e os evangélicos (1)

..][

Posts relacionados:
– Eles terão que nos respeitar… Será?
– Carta aos evangélicos eleitos
– Evangélicos e seus parlamentares
– O que os apóstolos diriam? – sobre pastores e política
Anúncios
  1. Ricardo Rauber
    novembro 2, 2010 às 11:21 pm

    Teu posto faz me pensar que não cumprimos o segundo mandamento supremo (“Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Mt22:39”). A mobilização foi como defesa própria de algo vindouro. Mas não a essa preocupação quando falamos em maracutais políticas ou descasos de nossos governantes. Observei o tempo todo que a critica a Dilma; mas em nenhum momento vi o Serra mostrar-se a favor de uma classe ou credo, como todo bom político ficou no muro para não criar polémica. Onde nisso temos a indicação da escolha correta?

    Nosso caminho e nossa direção devem ser apenas uma: Não pertencemos a esse mundao, apenas habitamos nele e nele temos que deixar nossos frutos agradáveis a Deus, indiferente o governo ou sistema.

    Em relação a tudo isso nos cabe orar, orar e…. orar. Se chegar o dia de sermos perseguidos pelo nome de Jesus e por disseminar sua boa nova teremos a certeza que na glória entraremos com galardão.

  2. Sandro Lourenço
    novembro 2, 2010 às 11:49 pm

    Sou parte da igreja,o corpo de Cristo, e por isso quando Jesus é glorificado por meio dela, mesmo que não esteja diretamente envolvido, me sinto feliz. Da mesma maneira quando ela faz coisas dignas de vergonha, me sinto envergonhado. Confesso que esta eleição me deixou trite e envergonhado, pois de um modo geral, a igreja se mostrou egoista ao se posicionar apenas em defesa de seus direitos de liberdade. Espero que aprendamos a levar a liberdade ao invés de lutar para tê-la.

    Sandro Lourenço.

  3. Leni
    novembro 3, 2010 às 8:59 pm

    Concordo contigo irmão, cristão em geral (católicos e evangélicos) se alarmaram frente a denúncias que não sabemos se são verdades, coisas futuras que não sabemos se vai acontecer, até o presente momento são somente especulações. A nós não é dado saber acerca do futuro, devemos ter em mente uma verdade, que nosso presente e nosso futuro pertence a Jesus, Ele é Senhor e governa todas as coisas, se entregarmos nossa vida a Ele, estaremos nas melhores mãos, pois Ele sabe o que melhor para nós.

  4. novembro 5, 2010 às 9:28 pm

    Faz sentido a igreja ter se posicionado em favor de sua liberdade em um momento do nosso país onde esta está correndo riscos. Agora, é desanimador ouvir de outros cristãos que o Brasil está entrando em um era negra por causa da vitória da Dilma (como eu ouvi umas três vezes essa semana) e vê-los de cabeça baixa, como se não dependesse deles o futuro do país. Dizer em seu texto que cada cristão deve se comprometer a ser a resposta que o nosso país precisa é, de longe, o melhor comentário que eu já li a respeito dos resultados dessas eleições.

    • andersonpaz
      novembro 6, 2010 às 3:10 pm

      Jonathan,

      Infelizmente há muitos brasileiros, cristãos ou não, que têm torcido contra o Brasil devido a vitória da Dilma. E isso é mais vergonhoso para os cristãos. Precisamos despertar do sono é ter a consciência que nós temos a responsabilidade de ser a resposta que este país precisa, e não os políticos.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraço!

  1. novembro 2, 2010 às 10:59 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s